terça-feira, setembro 16, 2014

GAROTINHO CANCELA SABATINA DE O GLOBO

O candidato à governador do Estado do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, PR, cancelou a sua participação na sabatina do jornal O Globo, nesta quarta feira, 17, por ordem médica. Ele apresenta sintomas de cansaço e febre e deve guardar repouso absoluto. O Globo vai ouvir os candidatos mais bem colocados nas pesquisas e nesta terça feira, por sorteio, foi a vez do candidato Lindberg Farias, do PT.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO HUMILHA A CÂMARA MUNCIPAL

Este documento tosco, sem assinatura pessoal impõe uma humilhação à Câmara Municipal de Campos, quando cassa, com argumento pueril, o dever institucional do Parlamento de fiscalizar o Poder Executivo.

A passividade dos vereadores assusta a cidadania, porque o que está em jogo, nesse momento, não é a correlação de forças entre governistas e oposicionistas, mas a indispensávbel soberania do Poder Legislativo.

É caso, inclusive, para uma convocaçãao da prefeita para as explicações de ofício.

CÂMARA DE SJB DISCUTE AÇU DIA 1° DE OUTUBRO

A Câmara Muncipal de São João da Barra comunica que a reunião para discutir o impacto ambiental na região do Açu está confirmada apara o dia 1° de outubro próximo.

Imagens atualizadas do avanço do mar na praia do Açu:


INDUCASSAUM DE CAMPOS PROÍBE VEREADORES DE FISCALIZAREM ESCOLAS

Em relação a atitude policialesca, própria dos bedéis, da secretria munissipau de inducassaum, detentora do antitroféu de antipenúltimo lugar do IDEB do Estado Rio, de PROIBIR os vereadores de fiscalizarem as escolas, leia o texto lúcido produzido pela professora, Luciana:

No dia em que as EDUCADORAS deixarem de ser omissas e assumirem o compromisso com os educandos, a EDUCAÇÃO do nosso município terá outro rumo. Durante anos lutei com dezenas de denúncias quanto à situação da E.M.João Goulart em Venda Nova, tendo que ouvir piadinhas de pessoas incautas e ainda suportar olhares invejosos , mesquinhos e covardes.Entretanto, nada disso me fez recuar.Minhas denúncias começaram no ano de 2004, quando o vice prefeito era um que atualmente quer ser eleito deputado estadual pelo PR, e naquela  época tínhamos como responsável maior, aquela que hoje se diz representar as educadoras na câmara de vereadores.Nada foi feito naquele tempo.Os anos foram passando e consegui que um certo vereador em 2006, doasse alguns "cômodos" para a escola, ou seja ele arcou com recursos próprios a ampliação da escola. Porém, mesmo sendo um "socorro" eminente devido à situação calamitosa pela qual perpassávamos, nos foi bem vindo. Tempos mais tarde, após o desabamento de uma das paredes do prédio da frente, este que foi interditado pela Defesa Civil, retornei as denúncias ao Ministério Público. Num tempo em que o órgão que nos representa, se esmerava para dar "qualidade" como se as escolas fossem particulares, editando até mesmo um livro para o primeiro ano (que eu gostava muito). Mesmo assim, com todos os esforços , também esse grupo não olhou para a situação de muitas das nossas unidades escolares.Muito menos pra a Escola M. João Goulart. Passado o tempo, percebi que precisava respirar, recuar, ninguém luta tanto sem uma trégua! Mudei de unidade escolar, mas não desisti do meu idealismo, muito menos do AMOR que tenho pela EDUCAÇÃO, esse que dinheiro nenhum compra muito menos cargos de confiança ou qualquer coisa parecida.
Agora você deve estar perguntando, por que essa "desvairada"(como muitos me chamam) relatou tudo isso? Simples, na visita a uma escola na localidade de Travessão, por ser orientadora do PNAIC( Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa)  constatei que lá abriga pessoas e não funciona a unidade que procurava( E.M.José Giró Faísca).Essa, continua funcionando em casa alugada,enquanto isso, moradores usufruindo desta totalmente reformada com os "nossos impostos" e servindo de "moradia".Bem, não sei se já deu para vocês entenderem o porquê desse disparate, pois o edil Dayvison Miranda não está errado em fiscalizar.O grande erro que TODOS cometem, é mostrar serviço somente na época de eleições.Afinal, ele como representante do povo e eleito pela população, tem não somente o DEVER,mas a OBRIGAÇÃO de fiscalizar todos os órgãos públicos, e eu, enquanto educadora, farei o que estiver ao meu alcance para alertar os meus pares, digo, as colegas educadoras que não se omitam. Se os vereadores estão proibidos de adentrarem nas escolas, nós faremos as vezes deles, com nossas máquinas fotográficas, filmadoras,etc e denunciaremos todas as irregularidades e os desmandos.Mas lembrem-se, quem fala sempre a VERDADE, não cai em contradição nunca.E DEUS verdadeiramente honra os seus, porque ELE verdadeiramente conhece os que são dele, mas ai daqueles que utilizam o SEU nome para se promover.Finalizo, relatando que muito embora não venha gozar e ter a felicidade de trabalhar na E.M.João Goulart , pois em breve será reinaugurada depois de muitas denúncias, fico feliz porque fiz a minha parte como cidadã e educadora que nunca se acovardou quanto a qualquer retaliação ou ameaça. Enfim, deixo essa mensagem como reflexão para todos os leitores e principalmente para as COLEGAS EDUCADORAS

“De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”.

                                                             Rui Barbosa
       
 Luciana Soares Marques
  Há 20 anos lutando por uma EDUCAÇÃO DIGNA E IGUALITÁRIA (Professora Licenciada em Matemática - UNIVERSO  e em Pedagogia - UENF

HUMOR DA TURMA DA WEBTVCAMPOS

Novo vídeo de humor da turma da WebTVCampos, cada vez melhor o conteúdo e mais refinada a forma. Confira:

SUSSURROS NA PLANÍCIE

Entreouvido nos subterrâneos da Câmara Municipal de Campos:

- E a Edafo?

- Abafa o caso!

MERCADO MUNICIPAL: COMEMORAR OU CHORAR?

(ascom)

Hoje, 15 de setembro, o Mercado Municipal de Campos faz 93 anos de sua inauguração, na época, grande feito administrativo do Prefeito Luiz Sobral. Motivado com o mercado que vira em Paris, em Estilo Eclético, determinou que houvesse o mesmo tratamento de qualidade na cidade que administrava, deixando para as gerações futuras o grande exemplo de como deve ser a conduta do gestor público.

Porém, ao confrontarmos o relato histórico acima com a situação atual do Mercado Municipal de Campos, podemos dizer, sem medo de errar - como diriam os mais experientes - que o Prefeito Luiz Sobral deve estar se "contorcendo" de revolta em sua sepultura! Devemos entender, que o Mercado Municipal de Campos, não deve ser compreendido como um recorte congelado no tempo, onde havia uma praça que dava-lhe a referência do endereço, que hoje, que passa pelo local, não sabe do que se trata: para onde foi a Praça Azeredo Coutinho? Também, que apenas deve ser contemplado com espírito saudosista, de um período longínquo onde havia prazer e satisfação de os cidadãos de Campos frequentarem e montarem as páginas da história com os relacionamentos e relatos diários que aconteciam ali, e ainda serviam de referência para o visitante, que obtinha seguras informações sobre a cidade. 

Mas, frequentar o Mercado hoje, é um programa que infelizmente não pode ser feito com tanta satisfação devido ao ambiente que ao longo do tempo se degradou, sendo verificado, dentre outros "usos" o ambiente de encontro de atividades não recomendáveis, como a prostituição e drogas de toda espécie, tornando-se assim, um equipamento urbano muito distante do conceito que levou um dia a população de Campos sentir orgulho. Hoje, vários meios de comunicação veiculou matéria sobre o Mercado Municipal de Campos, um deles, divulgou foto de um bolo que parecia ser de chocolate, se for, só pode ter sido feito com chocolate amargo!

Neste momento, é preciso que sejam ressaltados os 93 anos de existência do Mercado, apesar do mal trato, pois continua de pé, visto pelas frestas dos obstáculos, da ignorância e do descaso que o envolve, e que continuarão a envolver, segundo o que foi apresentado pelo projetos desenvolvidos pela Prefeitura, conforme as informações das matérias comemorativas dos 93 anos. Mas, é preciso que seja destacado o total descumprimento da Lei 8487/2013, especialmente o Artigo 6º, V e VI:

V- Emitir parecer à concessão de licença para obras em imóveis situados nas proximidades de bens preservados e/ou tombados pelo Município e a aprovação, modificação ou revogação de projetos urbanísticos, inclusive os de loteamentos, desde que, umas ou outras possam interferir de alguma forma na segurança, na integridade estética, na ambiência ou na visibilidade de bem preservado e ou tombado pelo município, assim como em sua inserção no conjunto panorâmico ou urbanístico circunjacente;
VI - Emitir parecer quanto à prática de qualquer ato que, de alguma forma, altere a aparência do bem ou imóvel tombado pelo município;

A Prefeitura, está desenvolvendo o segundo projeto, deste ano somente, pois no geral, existem projetos desenvolvidos desde 2003 sem que seja efetivamente feito algo, ilustrados na Exposição Mercado Municipal: patrimônio histórico ameaçado (na UFF, até 17/09). Desta forma, não fica a dúvida entre comemorar ou chorar?, restando a incômoda situação do choro, visto a condução do processo de descaracterização do Mercado Municipal de Campos, raro exemplo de organização das cidades, suprimido do contexto urbano, em alguns casos, mas importante em outros, no Brasil (Curitiba, Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte) e no mundo (Chile, Inglaterra).

Assim, são completados, hoje, 93 anos de um "senhor" alvo do descaso e da irresponsabilidade com a sua história e o seu significado, restando a esperança de o Ministério Público, por ter acolhido representação da sociedade civil, instaurando Inquérito, prestar a sua importante contribuição para que haja vários aniversários e não se confirme o iminente velório. Xô, carpideiras!

Abç.,

Renato César Arêas Siqueira
arquiteto e urbanista
perito técnico
professor bolsista UENF

segunda-feira, setembro 15, 2014

VENTO VARRE SANTA CLARA

(Do Mural de Anna Maria no facebook)

Tô me sentindo em Bagdá. Parece um vendaval de areia do Oriente Médio!!!!O vento nordeste tá varrendo tudo por aqui! Um barulhão que dá a impressão que as ondas da maré alta estão arrebentando aqui, dentro das varandas, embaixo das janelas!!!!! Gosto de vento, mas de ventania, não!!!!!!Anna Maria Siqueira

FREDERICO BARBOSA LEMOS INELEGÍVEL ATÉ 2020

(Do Blog da Suzy)

TRE: Ex-prefeito de SFI inelegível até 2020


Na sessão plenária desta segunda-feira (15), no Tribunal Regional Eleitoral do Rio, o ex-prefeito de São Francisco do Itabapoana, no Norte Fluminense, Frederico Souza Barbosa de Lemos, ficou inelegível até 2020 por abuso de poder político e econômico. Na campanha à reeleição pelo PR, em 2012, ele usou verba pública para fazer propaganda, aproveitando-se da organização de rodeios no Hotel Fazenda Costa do Sol, de propriedade de sua família, onde distribuiu santinhos e outros materiais publicitários usando carros oficiais.
Penúltimo colocado no Índice de Desenvolvimento Humano do Rio de Janeiro, o município de São Francisco do Itabapoana teve apenas dois candidatos a prefeito em 2012, sendo que os votos de Frederico Lemos foram anulados judicialmente. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.
Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

VOTO NO CESAR MAIA

Nesse elenco de candidatos a senador, pelo Rio de Janeiro, não tenho dúvidas, voto no Cesar Maia.
Nosso sistema legislativo é bicameral e nesse contexto, o Senado exerce um poder moderador, interlocutor com as mais altas instâncias do Judiciário, na discussão de grandes temas, como a emenda constitucional que mexe na partilha dos royalties.
Nessa eleição, a fama não é fundamental, mas a experiência e o conhecimento de causa são.